Phlebotomus Lutzomia ou Mosquito palha

Curso de Dedetização de Pragas Urbanas

PHLEBOTOMUS LUTZOMIA LONGIPALPIS ou mosquito palha, são este mosquito responsável  pela transmissão da LEISHMANIOSE, a transmissão ocorre quando o mosquito femea flebótomo pica a vitima e transmite  o protozoário LEISHAMNIA.

São conhecidas cerca de 450 espécies, pelo continente americano, mais o genero LUTZOMYIA e de longe a responsável pela transmissão da LEISHMANIOSE, o inseto tem um ciclo de vida que vai da postura dos ovos em folhas mortas, cascas, pedras e ambientes úmidos terrestres, após a postura dos ovos o período para eclosão dos ovos e de 30 a 60 dias, apos a eclosão dos ovos a larva se fixa em alguma pedra ou casca úmida e se transforma em pupa , mudando para adulta em alguns dias, e já saem a procura de sangue, sua picada e muito dolorosa, transmitem varias espécies de LEISHAMANIA, tanto em florestas quanto em ambientes urbanos, mais existem especies que se adptam melhor em ambienteis rurais e outra em ambientes  urbanos.

A maior culpa de termos a proliferação destes insetos no meio urbano são os homens , que modificam a vegetação, e motiva a causa o aumento da população das espécies.

A LEISHMANIOSE VISCERAL é uma doença grave e de facil transmissao, tanto para cães quanto para os humanos, mais os animais parasitados nen sempre sao os caes no campo podem ser ratos cavalos vacas, e sao os principias vetores para inseminação nos humanos, os sintomas nos caes sao inúmeros, sendo o mais comum é as descamações em torno dos olhos e nas orelhas seguido por falta de apetite e emagrecimento,  atrofia muscular, crescimento exagerado das unhas, e em casos mais agravados há falência de orgaos como figado,baço, rins, levando o animal a morte

Já existe tratamento para a LEISHMANIA, mais o governo BRASILEIRO adotou a postura de proibir os veterinarios do nosso país de tratar caes com LEISHMANIOSE, embora a doença ja seja tratada com eficacia em paises como PORTUGAL e ESPANHA,a posição do governo  BRASILEIRO e de eliminar todos os animais que estiverem infectados e com sintomas avançados da molestia.
Existe  no mercado já há alguns anos uma vacina contra a LEISHMANIOSE VISCERAL CANINA, a vacina tem grau de imunização superior a 92%  de animais já vacinados aqui no BRASIL.

A prevenção e a melhor arma contra esses insetos e a moléstia, mantenha quintais limpos e livre de muitas folhagens em demasia, jardins aparados e limpos, pois o inseto  e atraido por lugares úmidos e com muitas folhagens, o mosquito ataca durante os finais de tarde e no inicio das manhas que são os momentos mais frescos e que tem mais probabilidade de ataque.

Para a erradicação do inseto e necessária a utilização de inseticidas como BAYGON, DETEFON,  e os inseticidas a base de permetrina, LEMBRABDO QUE O USO DE EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA DOS MESMOS E OBRIGATORIO.

Adicionar a favoritos link permanente.

Um Comentário

  1. Elane Aparecida Xavier Ribeiro

    Nossa não sabia que é a segunda doença que mais mata no mundo só perde para a malária, e o que mais me preocupa que é negligenciada.
    Aqui na cidade de Três Marias-MG, estamos tendo um grande foco, perdi o meu cão de estima e cuidados submetido a eutanásia recentemente e o que mais me preocupa que também nós podemos ser contaminados pelo mosquito. Moro em bairro novo que tem muito lote vago e sujo. Meu DEus o que fazer…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *